Você sabia que a alimentação saudável tem uma alta influência na saúde mental? De acordo com pesquisas, indivíduos que têm um padrão de dietas saudáveis conseguem reduzir em 16% o risco de transtorno depressivo. Isso confirma que não só apenas o nosso físico melhora quando comemos bem, mas também garante uma saúde mental muito melhor.

Por esses motivos, é importante ter uma rotina de alimentação saudável, já que o nosso cérebro requer o suprimento constante de bons nutrientes, ou seja, tudo o que comemos vai afetar diretamente a nossa função cerebral e, consequentemente, a nossa saúde mental.

Quer saber como garantir uma vida mais saudável e ficar por dentro de todos os benefícios de uma alimentação melhor? Vem com a Digital! 😉 

Alimentação e saúde psicológica caminham juntas

Todos nós sabemos que os benefícios de uma alimentação saudável são inúmeros. Mas, sim, ela afeta diretamente o nosso bem-estar psicológico. Um bom exemplo disso é a ansiedade generalizada, que está atualmente entre uma das doenças mais prevalentes de todo o planeta – médicos afirmam que ela tem correlação com aquilo que comemos.

Comer bem proporciona inúmeros benefícios

Uma boa alimentação auxilia na redução ou até mesmo minimiza efeitos de transtornos mentais, já que alguns nutrientes ajudam muito nisso, como: ômega 3, zinco, magnésio, selênio, vitamina D, complexo B, aminoácidos e muitos outros. Conforme especialistas, uma alimentação saudável composta por alto consumo de frutas, vegetais, grãos integrais, carnes magras, peixes e produtos lácteos desnatados pode garantir uma melhor saúde mental.

Ajuda no combate a depressão

Segundo o psiquiatra Drew Ramsey, professor da Universidade Colúmbia, ômega 3, magnésio, fibras, zinco, ferro, e as vitaminas C, B1, B9 e B12 são os destaques no combate da maior doença do século. O especialista afirma que uma dieta rica em folhas verdes, oleaginosas e peixes, em alguns casos, diminuiu em até 50% o risco de depressão.

Pratique bons hábitos no seu dia a dia

Já ficou claro que uma alimentação equilibrada e saudável ajuda e previne muitas doenças mentais, mas é importante lembrar que você precisa praticar isso na sua rotina. O cérebro humano depende de uma parte da nossa ingestão de calorias e nutrientes para funcionar, funções dependentes da glicose, ácidos graxos, vitaminais e minerais. Mas, apesar de tudo isso, não faça dietas pesadas e nem pare de comer, pensando que isso vai te ajudar a ter uma saúde em dia. É essencial que você consulte um nutricionista para saber o que é necessário para você, já que cada corpo é um corpo. 

A alimentação saudável não dispensa a terapia

É importante lembrar que ter uma alimentação saudável não exclui o acompanhamento profissional – terapeuta, psicólogo ou psiquiatra. Existe um longo caminho a ser percorrido quando tratamos de patologias mentais, e elas merecem cuidado. 

A qualidade daquilo que colocamos no prato contribui e muito para um prognóstico melhor e pode até mesmo mudar a conduta a ser escolhida, com menos medicamentos ou sessões de terapia, por exemplo. Porém, tudo isso deve ser feito com uma análise individualizada por um profissional especializado. 

Como praticar uma alimentação mais saudável?

Um plano dietético rico em opções integrais, frutas, legumes, verduras, carnes magras, peixes, leguminosas e nozes, logicamente, fornece os nutrientes que o seu cérebro precisa e ajuda a promover a saúde mental. Da mesma forma que, ficar longe de conservantes, gordura hidrogenada e do excesso de sódio e açúcar também são ações importantes. 

▪ Alimente-se sem pressa! Além de conseguir degustar o alimento e sentir melhor o sabor, quando nos alimentamos devagar, o processo de saciedade se torna mais rápido, fazendo com que você consiga controlar a quantidade dos alimentos que consome, evitando o excesso. Alimentar-se rápido demais nos deixa a sensação de peso, sono e faz com que comamos mais do que o necessário também. 

▪ É importante ingerir no mínimo 2 litros de água por dia. Ela ajuda na desintoxicação do organismo, na hidratação e no bom funcionamento do intestino. Portanto, evite beber muito líquido durante as refeições, para não prejudicar a absorção de alguns nutrientes e o processo de digestão.

▪ Insira alimentos orgânicos em sua alimentação! Os orgânicos são produzidos sem o uso de substâncias tóxicas. No cultivo orgânico, são utilizadas técnicas que visam a maior qualidade dos alimentos, além dos benefícios:

– Alimentos mais saborosos e com mais nutrientes 

– Ajudam evitar problemas de saúde 

– São livres de transgênicos 

– Ajudam na manutenção do equilíbrio ambiental 

Esperamos que você tenha entendido a importância de manter hábitos saudáveis para cuidar da sua saúde mental, e que passe a olhar para isso com ainda mais cuidado!

Confira também:

Como os benefícios aumentam a produtividade nas empresas?

Exames preventivos: dicas para incentivar seus colaboradores

Deseja nos conhecer melhor? Entre em contato com a nossa equipe!

📱 (11) 5555 – 8797 – WhatsApp e fixo
📧 atendimento@digitalsaudeassessoria.com.br

Fique de olho também nossas redes sociais, sempre publicamos dicas e novidades. 😉

Facebook – @digitalsaudenet
Instagram – @digitalsaudenet

Este artigo foi útil?
Avalie

5 / 5. 1

5