Em uma semana

• Melhora dos níveis de insulina: sem a ingestão de açúcar refinado, o corpo não precisa produzir tanta insulina para controlar a glicose na corrente sanguínea;

• Melhor resposta anti-inflamatória: a hiperglicemia constante altera a função dos leucócitos, o que prejudica os processos inflamatórios e de cicatrização;

• Menos inchaço.

• Melhora da imunidade..

• Após um mês, o seu cérebro tende a se acostumar com a ausência de doces. Então é provável que você não sinta mais a necessidade de comer sobremesa após as refeições.

Em um ano

• Depois de um ano você já estará acostumado a dispensar o açúcar e terá benefícios a longo prazo, como: Redução da acne e das linhas finas na pele. É possível que você tenha uma relação melhor com a comida, uma vez que muitos veem o doce como algo compensatório.

• Mesmo que o açúcar não seja o único responsável pelo ganho de peso, reduzir ou cortá-lo da dieta impacta diretamente no processo de emagrecimento.

• Diminuição do risco de diabetes, já que o consumo excessivo de açúcar pode tornar o organismo resistente à insulina, que controla a entrada de açúcar nas células. Se a produção de insulina for insuficiente, o açúcar acaba retido na corrente sanguínea, acarretando uma série de complicações.

• Boca livre de cáries e mau hálito, pois as principais causas da halitose originam-se na boca. Quando a higiene bucal é incompleta, a língua acumula uma massa esbranquiçada formada por resíduos alimentares. Ela vira alimento das bactérias causadoras do mau hálito. Os alimentos que contêm açúcar acabam potencializando essa massa e servem como fonte de energia para as bactérias causadoras do mau hálito. No caso das cáries, as bactérias presentes em nossa boca transformam o açúcar em um ácido que ataca e enfraquece os dentes.

• Melhora o sono já que ao parar de consumir alimentos ricos em carboidratos simples ou bebidas açucaradas próximos da hora de dormir, promovem uma “entrada extra” de energia no organismo, deixando-o mais desperto, o que pode dificultar a hora de dormir.

• Pele mais jovem já que uma dieta com excesso de açúcar deixa a pele opaca e enrugada. Isso acontece devido a glicação, processo em que a glicose em excesso danifica a elasticidade da pele, levando a rugas, flacidez, além de deixá-la com um aspecto envelhecido.

• Evita o aparecimento de acne, pois alimentos que elevam rapidamente os níveis de açúcar no sangue podem causar flutuações hormonais, como o aumento nos níveis de insulina no corpo, responsável por reduzir a taxa de glicose no sangue. Essas flutuações desencadeiam reações inflamatórias em nosso organismo, inclusive na pele, resultando em cravos e espinhas.

• Após um longo período sem ingerir açúcar refinado, o corpo atinge índices glicêmicos mais estáveis, o que acarreta na melhora da saúde intestinal, pois o alto consumo do açúcar desequilibra a flora e, quando nosso processo digestivo não funciona bem, há maior inflamação, que atua no corpo como um todo.

• Picos e quedas repentinas no nível de açúcar no sangue podem causar sintomas como irritabilidade, alterações de humor, confusão mental e cansaço. Quando tomamos um copo de refrigerante, por exemplo, há um aumento acelerado do nível de açúcar no sangue. E, logo depois, uma queda repentina. Quando há essa queda, nos sentimos ansiosos, temperamentais e cansados. Portanto, ao cortar o açúcar, o humor tende a ficar mais estável.

Fonte: Eu Atleta – globo.com

Este artigo foi útil?
Avalie

5 / 5. 1

5