O mês de outubro carrega um significado muito importante reconhecido mundialmente por todas as pessoas desde 1990, quando nasceu o movimento chamado Outubro Rosa, destinado a alertar, prevenir e conscientizar a população sobre o câncer de mama. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o tumor nas mamas continua sendo o mais comum entre o gênero feminino, apresentando um crescimento de 29,7% no ano de 2020.

Você sabia que bons hábitos alimentares podem ajudar na prevenção da doença? Uma alimentação variada e rica em nutrientes in natura tem grande potencial de proteger de muitas enfermidades, inclusive o câncer. Por isso, preparamos 9 dicas de alimentos eficientes na prevenção contra o câncer de mama. Confira abaixo:

1- Frutas vermelhas

Framboesa, amora, morango, cereja e cranberry têm a coloração chamativa devido à presença de antocianinas. Essas substâncias são antioxidantes e evitam a formação de radicais livres – células que favorecem o desenvolvimento da doença. Além disso, essas frutas oferecem boas quantidades de vitamina C.

2 – Frutas e vegetais amarelos e alaranjados

Alimentos como batata-doce, cenoura, abóbora, manga, laranja, nectarina e mamão são ricos em betacaroteno. Esse pigmento protege o material genético de danos causados pela oxidação. Altas concentrações de vitaminas, minerais e fibras também permitem o funcionamento saudável do organismo. Assim como as antocianinas, o betacaroteno também pode proteger o material genético da célula contra o estresse oxidativo causado pelos radicais livres.

3 – Frutas cítricas

São ricas em vitamina C, componente importante para evitar o estresse oxidativo das células e prevenir contra desenvolvimentos de tumores malignos. As mais recomendadas são: abacaxi, maracujá, kiwi, acerola, laranja, limão e tangerina.

4 – Brócolis e vegetais de folhas escuras

Esses vegetais contêm alto teor de vitaminas, minerais e fibras. São eles: brócolis, couve-manteiga, espinafre e rúcula. Também são ricos em sulforano, que ajuda a combater a formação de células cancerígenas.

5 – Peixes gordurosos

As gorduras insaturadas são consideradas boas para proteção cardiovascular, além de ajudarem a reduzir o risco de desenvolvimento de tumores. Por isso, salmão, sardinha e atum podem ser muito bem incluídos na dieta. Além disso, esses alimentos são ricos em ômega 3, que previne atividades inflamatórias.

6 – Pimenta

Pimentas como chili, dedo-de-moça e malagueta têm alto teor de capsaicina, responsável pelo sabor. Essa substância age na destruição de células com característica maligna, evitando o câncer.

7 – Leguminosas e soja

Algumas leguminosas como feijão, lentilha, ervilha e soja contêm fitoestrogênios. Essas substâncias diminuem ações prejudiciais hormonais, que em níveis desregulados, podem contribuir para o desenvolvimento do tumor.

8 – Tomate

O tomate fornece fibras, vitamina C, licopeno e demais substâncias antioxidantes que contribuem para a proteção do DNA. Vale lembrar que o licopeno é melhor absorvido quando o tomate é cozido, porém, é indicado manter o fogo baixo, pois temperaturas muito altas diminuem os benefícios.

9 – Sementes e cereais

Ricos em fibras, os cereais como aveia, cevada, quinoa e as sementes de linhaça e chia ajudam a reduzir a absorção de gordura. Para melhorar a alimentação, pode ser trocado o pão branco pelo pão integral, por exemplo.

Agora que você sabe de todas essas dicas, procure ter uma alimentação equilibrada. Dê preferência aos alimentos in natura e ricos em nutrientes. Sua saúde agradece!

A Digital Saúde está ao seu lado para melhorar sua qualidade de vida, atender suas necessidades e garantir melhores hábitos para você.

Conheça nossa equipe! Estamos disponíveis pelo telefone e e-mail:

(11) 5555 8797 – WhatsApp e fixo

atendimento@digitalsaudeassessoria.com.br

Este artigo foi útil?
Avalie

0 / 5. 0

0